NOTÍCIAS

Fiscalização móvel agiliza operações de trânsito

ViaPK permite gama de ações, que vão desde a fiscalização móvel de velocidade e débitos de veículos até ações de segurança pública e operações especiais

Publicado em

O ViaPK, veículo desenvolvido pela Perkons, é um equipamento multiuso. Suas funções vão desde fiscalização móvel de velocidade e de veículos com débitos de multas, IPVA e licenciamento, até ações de segurança pública e operações especiais.
Essa gama de aplicações é possível graças à agilidade que o veículo oferece ao circular com facilidade por vários pontos de vias urbanas e rodovias, tanto em operações frequentes quanto em ações pontuais, com datas e horários específicos, como jogos e shows. 
O veículo é equipado com radar para controle de velocidade e um software que permite a leitura automática de placas. Uma câmera de vídeo, que integra o sistema de reconhecimento de placas, capta imagens dos veículos que passam pelo ViaPK e um software realiza a leitura das placas. Os dados são conferidos automática e eletronicamente com o cadastro do Detran ou da Polícia, de acordo com o interesse do gestor público.
Em blitze, o ViaPK é estacionado entre 200 e 500 antes do local onde estão os policias. Caso seja apontada alguma irregularidade, a equipe que está no ViaPK utiliza sistema de rádio para avisar os policiais que fazem a abordagem do veículo.
“Esse tipo de operação, além de tornar mais eficaz o trabalho de fiscalização já que só aborda os veículos com problemas, não incomoda o motorista que está com todos os seus documentos em dia”, explica o diretor da Perkons, José Mario de Andrade.
Uma operação realizada em março deste ano no Espírito Santo flagrou, em 11 dias, 518 veículos sem licenciamento, 210 com IPVA vencido, três veículos roubados e dois com mandado de busca e apreensão.
“A mobilidade oferecida pelo veículo e o sistema de leitura automática de placas pode ser um forte aliado em ações de segurança pública, já que permite não só a identificação de veículos roubados e clonados, mas também traçar as rotas por onde estes veículos costumam circular”, diz Andrade.
No Rio de Janeiro, desde final de 2007, a CET-Rio usa o veículo para o monitoramento de tráfego e para transmitir mensagens de alerta aos motoristas. O ViaPK foi adotado para dar agilidade à fiscalização do excesso de velocidade, já que possibilita o registro de infrações em pontos variados da cidade, de acordo com horários de fluxo, em locais que não necessitam de um equipamento fixo e monitoramento constante.  Um painel luminoso colocado em cima do veículo permite ainda passar aos motoristas mensagens de alerta e segurança no trânsito.
Outro exemplo do uso do veículo foi durante os Jogos Panamericanos, no Rio de Janeiro em 2007. Na ocasião, o ViaPK foi utilizado para monitorar o fluxo nas faixas exclusivas para veículos de acesso aos principais locais de jogos. Durante aquele período, o ViaPK chegou a flagrar 300 veículos não autorizados por hora, que aproveitavam as vias exclusivas de acesso para fugir do trânsito.
“Hoje, a tecnologia de tráfego oferece aos gestores uma gama de aplicações e informações que permitem gerir o trânsito com inteligência. Além de prevenir acidentes, são fonte diária de estatísticas, e auxiliam na tomada de decisões e planejamento viário”, afirma o diretor da Perkons.

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

No verão cresce o número de acidentes envolvendo ciclistas

Fugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas

Brasil se mobiliza com ações em homenagem às vítimas de trânsito

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.