NOTÍCIAS

Cuide bem de sua moto que ela cuidará bem de você

por Luiz Roberto M. C. Cotti*

Publicado em

As motos conhecem muito bem os seus pilotos e retribuem na mesma moeda as formas com que são tratadas e pilotadas. Fazem seus pilotos sentirem na “pele” e no “bolso” o que elas sentem na “lata”. Uma moto mal cuidada tem grande chance de surpreender seu piloto com uma quebra e de envolvê-lo em um acidente. Antes de iniciar um percurso, tenha a certeza de que tanto você quanto a moto estejam em boas condições. Verifique regularmente:

• Combustível e óleo: confira os níveis e veja se não existem vazamentos.
• Rodas: devem estar em boas condições. Aros alinhados e sem amassados. Raios tensionados e sem um ou mais quebrados.
• Pneus: devem estar em bom estado, sem bolhas ou cortes, e com a pressão recomendada pelo fabricante. Pneus excessivamente gastos prejudicam a tração e a dirigibilidade. Substitua os pneus antes que a profundidade dos sulcos atinja o limite de segurança (verificar marcação TWI no ombro dos pneus).
• Freios: pastilhas e sapatas devem estar em boas condições. As folgas do manete e do pedal de freios de acordo com a recomendação do fabricante.
• Relação: lubrifique a corrente periodicamente. A folga da corrente deve ser ajustada e as marcas de referência dos ajustadores deverão ser iguais dos dois lados. Verifique se não existem pinos soltos; elos presos, danificados ou com desgaste excessivo.
• Amortecedores: certifique-se de que os garfos dos amortecedores não estejam fazendo barulho metálico. Verifique se não há vazamento de óleo.
• Embreagem e acelerador: os cabos devem estar em bom estado. Não poderão estar desfiados ou desgastados.
• Luzes e setas: certifique-se do correto funcionamento do farol, setas, lanternas; luz de freio, instrumentos e indicadoras.
• Espelhos retrovisores: limpe-os e ajuste-os antes de sair pilotando.
• Buzina: certifique-se de que está funcionando.

De que maneira a sua moto tem retribuído a forma com que é tratada e pilotada?

*Luiz Roberto M. C. Cotti
Projeto Sobrevivência no Trânsito
projeto@sobrevivencianotransito.com.br
(11) 993577310

Extraído do livro “Sobrevivência no Trânsito: uma questão de atitude” – Módulo Motocicletas – Autor: Luiz Roberto M. C. Cotti

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

No verão cresce o número de acidentes envolvendo ciclistas

Fugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas

Brasil se mobiliza com ações em homenagem às vítimas de trânsito

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.