NOTÍCIAS

Um brinde à vida

NULL
Publicado em

    Quem nunca acreditou em Papai Noel? Este bom velhinho com roupas vermelhas e barba branca que passa de casa em casa para deixar presentes às famílias será que existe? Será lenda?
    Bem, acreditar depende de cada um, o importante é que dentro dos nossos corações exista a magia da solidariedade, da caridade, a bondade, da pureza, da compaixão… e ai sim eu acredito no bom velhinho e principalmente na magia que essa data nos transmite . Também acredito que ele seja o símbolo causador dessa mudança de sentimentos nesta época do ano o que me faz acreditar então em Papai Noel.  Aproveito a ocasião para fazer um pedido: que não aconteçam mais os acidentes de trânsito!
    Dentre as piores chagas sociais como a fome, o desemprego e a miséria, há uma violência decorrente do nosso modelo de circulação: o acidente de trânsito. Este fenômeno chamado violência no trânsito é responsável pela perda de dezenas de vidas a cada dia normal de atividades em nosso país, sem falar ainda das consequências dramáticas na vida de todos nós além dos que estão diretamente envolvidos com as perdas.
    O Brasil registra anualmente 1,5 milhão de acidentes de trânsito.  A quantidade de pessoas feridas por ano é de 400 mil pessoas. Essa quantidade de acidentes resulta na morte de 30 mil pessoas/ano. Aproximadamente 7.5 milhões de pessoas se envolvem, de alguma forma, em acidentes de trânsito no período de um ano
    O trânsito violento interfere no tecido social, prejudica a qualidade das relações sociais e contribui para o quadro da perda da qualidade de vida.
    Culturalmente, no Brasil, o acidente de trânsito é considerado como uma fatalidade, um acontecimento fortuito e não previsto. Em tese, as pessoas não saem às ruas para, deliberadamente, matar ou ferir pessoas com seus veículos. Embora não pratiquem a violência de forma deliberada, incorrem em ato violento por imprudência, imperícia ou negligência. Essas formas de violência recebem um tratamento de crime considerado culposo e não doloso, elevando o fator de risco no trânsito.
    Mas, há uma unanimidade de que para erradicar a violência no trânsito é preciso uma mudança cultural e mudanças profundas no sistema de circulação existente. Democratizar o uso do espaço urbano existente exige das autoridades uma nova postura, uma atitude mais firme em defesa da vida e do meio ambiente.
    O trânsito seguro é um direito do cidadão, mas o  principal agora é reunir as pessoas do seu coração e com elas dar um brinde à vida. Aproveite o Natal e procure uma sinergia homem-natureza, pois Terra e humanidade formam um único todo. São ações baseadas mais NO SER do que no FAZER, mais na avaliação dos meios do que na obsessão pelos fins que devemos defender para chegarmos a uma nova ordem social com base nos valores da vida sustentável:

  • Compre com moderação;
  • Dedique-se a ações comunitárias;
  • Dirija com cuidado e atenção;
  • Leia muito;
  • Use o transporte coletivo;
  • Caminhe;
  • Pedale.

    Neste Natal reúna a sua família, comemore, divirta-se e descubra que para ser feliz é preciso somente conviver com pessoas queridas e amigas.
    Finalizando, desejo a cada um de vocês um Feliz Natal repleto de paz e esperanças e que o bom velhinho possa tocar o coração de cada pessoa com essa magia do Natal sem acidentes.


Cristina Baddini Lucas
Especialista em Trânsito, Consultora do Diário
crisbaddini@dgabc.com.br e visite o blog: http://olhonotransito.blogspot.com

COMPARTILHAR

Veja

também

Chuva e neblina podem comprometer a segurança no trânsito

Aumento nos combustíveis pode diminuir número de veículos circulando

Crianças e adolescentes por um trânsito mais seguro

Maio Amarelo mostra como cada pessoa pode salvar vidas

Cresce o número de mulheres motoristas profissionais

Tecnologia facilitando a vida dos condutores

Sinalizar corretamente um acidente evita mais vítimas e infrações

Volta às aulas exige cuidados redobrados com o transporte escolar

Cruzamentos ainda são locais com grandes números de acidentes

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

Nascemos do ideal por um transitar seguro e há três décadas nossos valores e pioneirismo nos permitem atuar no mercado de ITS atendendo demandas relativas à segurança viária, fiscalização eletrônica de trânsito, mobilidade urbana e gerenciamento de tráfego.

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.