NOTÍCIAS

Trabalhadores do trânsito seguro

por Ildo Mário Szinvelski*

Publicado em

Neste ano, o Detran/RS dedica uma atenção especial aos condutores profissionais. Primeiro, posicionou-se contra qualquer legislação que busque forçar os condutores profissionais a passar por exames toxicológicos dispendiosos e de eficácia duvidosa para a segurança do trânsito. Agora, busca parcerias junto a empresas de transporte de cargas e passageiros e planeja campanhas publicitárias dirigidas a caminhoneiros e a motofretistas.

A ideia é uma maior proximidade com quem permanece muitas horas no trânsito. Isso porque, ao mesmo tempo em que estão mais expostos aos riscos de um ambiente muitas vezes hostil, esses condutores, pela mesma razão, podem representar a transição entre o velho e conhecido trânsito agressivo e um ambiente mais fraterno e tranquilo.

Além de horas a mais no trânsito, os condutores profissionais têm também horas a mais de estudo: por exigência legal, precisam ser aprovados em cursos especializados. São, portanto, verdadeiros profissionais do volante, em condições de circular de forma exemplar pelo espaço público.

Para conhecer melhor essas pessoas que podem multiplicar segurança, o Detran/RS pesquisou e constatou que 42% deles têm mais de 20 anos de habilitação. Aliás, mais de 70% têm no mínimo dez anos de prática atrás do volante. Os condutores aptos a trabalhar com o veículo representam 15% do cadastro de condutores do RS. Motofretistas, taxistas, caminhoneiros, motoristas de ônibus e micro-ônibus pertencem ao sexo masculino em sua quase totalidade e estão entre os 26 e os 55 anos.

Homens adultos, com boa prática de direção, empregados ou profissionais autônomos. Como conscientizar esse grupo de seu papel multiplicador? Como mostrar-lhes o poder que têm? Como falar de sua importância para todos nós? É o que procuraremos descobrir neste ano, e, se tudo correr bem, conseguiremos comunicar a esse público tão importante o quanto eles podem fazer pelo trânsito que todos desejamos.

*Ildo Mário Szinvelski
diretor-geral do Detran/RS

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

No verão cresce o número de acidentes envolvendo ciclistas

Fugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas

Brasil se mobiliza com ações em homenagem às vítimas de trânsito

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.