NOTÍCIAS

Pilotando na chuva (motos)

por Luiz Roberto M. C. Cotti*

Extraído do livro "Sobrevivência no Trânsito: uma questão de atitude" – Módulo Motocicletas - Autor: Luiz Roberto M. C. Cotti

Publicado em

No início da chuva os riscos de queda são maiores, pois a água se mistura ao óleo, poeira, partículas de borracha e outras sujeiras, deixando a pista mais escorregadia.

Aumente a distância de segurança e reduza a velocidade, pois em pista molhada a distância de frenagem pode aumentar em até 3 vezes, dependendo do tipo de piso (asfalto, paralelepípedo, outros).

Evite trafegar, tracionar ou frear bruscamente sobre as sinalizações horizontais (faixas e símbolos pintados sobre a pista), bem como sobre placas metálicas usadas para cobrir buracos e valetas.

Evite passar sobre poças d’água, pois podem esconder buracos.

Utilize sempre pneus em bom estado. Pneus desgastados e com sulcos pouco profundos não permitem a drenagem adequada da água que o pneu encontra pela frente, reduzindo a aderência e levando à aquaplanagem. Nesta condição os pneus perdem o contato com a pista e, portanto a moto fica sem controle de direção e sem possibilidade de frear. É queda na certa.

Proteja-se da chuva adequadamente e concentrem-se na pilotagem. Para tal, utilize um bom conjunto de calça e jaqueta impermeáveis, botas, luvas e capacete.

Responda (a) ou (b) – O que você faz se estiver a caminho do trabalho e perceber que uma chuva se aproxima rapidamente.
a) Acelera para chegar ao trabalho antes que a chuva o alcance;
b) Para em lugar seguro para abrigar-se da chuva e vestir a roupa impermeável, continuando o trajeto com mais cautela.

Lembre-se: dê preferência à VIDA!

*Luiz Roberto M. C. Cotti
Projeto Sobrevivência no Trânsito
Tel.: (11) 3467-6771 / (11) 99357-7310
www.sobrevivencianotransito.com.br

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

No verão cresce o número de acidentes envolvendo ciclistas

Fugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas

Brasil se mobiliza com ações em homenagem às vítimas de trânsito

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.