NOTÍCIAS

Perkons implementa projeto inédito de gestão de trânsito no Peru

Callao é a primeira cidade a adotar modelo integrado de fiscalização eletrônica e gestão de tráfego

Publicado em
Perkons implementa projeto inédito de gestão de trânsito no Peru

Desde julho de 2007, a Perkons, por meio do Consórcio Trânsito Cidadão, desenvolve no município de Callao, região metropolitana de Lima, no Peru, um projeto integrado de fiscalização e gestão de trânsito. O projeto é inovador e utiliza o que há de mais moderno em tecnologia de trânsito, integrando um mix de equipamentos eletrônicos para garantir maior segurança e fluidez ao tráfego de veículos.
O Consórcio, em parceria com Polícia Nacional do Peru e com aval da Prefeitura Municipal de Callao, vem implementando uma série de melhorias no trânsito da cidade, como sistema de fiscalização eletrônico, sinalização viária, projetos educativos e ondas verdes.
O mix de equipamentos utilizados na gestão de trânsito do município atualmente, é composto por 12 lombadas eletrônicas; nove câmeras de monitoramento; um pórtico; dois DeTects, que além de velocidade detecta avanço de sinal, parada sobre a faixa e conversão na contra mão; e dois veículos ViaPK para fiscalização móvel de velocidade, veículos com débitos, roubados ou com placas clonadas. As principais avenidas da cidade receberam um sistema de semáforos que atua integrado aos equipamentos, o que permite que os tempos de verde sejam alterados de acordo com a intensidade do fluxo de veículos.
As intervenções foram feitas com base em um estudo realizado por engenheiros especialistas em tráfego que diagnosticou os principais problemas e gargalos do trânsito de Callao. “O estudo esquadrinhou município rua a rua e ajudou a definir as intervenções necessárias e os equipamentos mais adequados para ordenar o fluxo de veículos e pedestres. Agora, com o projeto em andamento e as estatísticas e informações geradas pelos equipamentos, é possível traçar um perfil do comportamento do motorista no trânsito o que serve de base para a definição de ações futuras”, explica o diretor de Negócios Internacionais da Perkons, José Mario de Andrade.
A administração do trânsito de Callao funciona nos moldes de uma Parceria Público Privada (PPP). O Consórcio é o responsável por toda a gestão do trânsito e execução de projetos para segurança viária e fluidez do trafego, e o município é o responsável pelas decisões e homologação das multas pelas infrações.  “É o modelo ideal, em que a iniciativa privada entra com o investimento e executa o projeto e o poder público se encarrega das decisões e definições das ações”, afirma Andrade. 
Para o diretor de trânsito de Callao, Jorge Villarreal, a parceira com o Consórcio foi a solução adequada pra enfrentar os problemas de trânsito da cidade. “Não podíamos ficar alheios aos problemas de infraestrutura, fluidez de tráfego e aos altos números de acidentes. Ao contratar o consórcio driblamos tanto esses problemas quanto a falta de recursos públicos”, diz.

Educação – No projeto de trânsito desenvolvido em Callao está incluindo ainda um programa de sensibilização do cidadão para que cada um também faça sua parte para a melhoria da segurança e fluidez do trânsito, respeitando as regras de circulação e conduzindo de forma defensiva.  O Consórcio Trânsito Cidadão capacitou profissionais, apresentou experiências brasileiras em programas de comunicação e educação de trânsito, realizou uma oficina da Ong Criança Segura para capacitação de voluntários, lançou o site educativo www.educacionytransito.com, e patrocinou a criação de um espaço de aprendizado com jogos educativos voltado às crianças, que recebeu o nome de “cidade Chimpum”.

Resultados – A queda no número de acidentes e atropelamentos em Callao impressiona: de 6.805 em 2006 caiu para 3.123 em 2007 e 1.780 em 2008. “Esta cidade é um exemplo de como boa vontade e ações planejadas que contemplam educação e fiscalização trazem resultados”, observa Andrade.
Quase dois anos após o início do projeto, os acidentes de trânsito diminuíram 75% e 99% dos motoristas respeitam a sinalização viária.  Em 2006, foram registrados em Callao 6.805 acidentes; em 2007 o número caiu para 3.123; e em 2008 o total de acidentes baixou  para 1.780.
A redução do número de acidentes oferece uma economia de recursos para os cofres públicos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o custo mundial de acidentes é de U$ 518 milhões, o que representa um gasto médio de 1,5% do PBI de cada país.
Estatísticas registradas pelos equipamentos eletrônicos instalados na cidade, apontam que os motoristas respeitam as regras de trânsito e os limites de velocidade. De Julio a dezembro de 2008, por exemplo, dos 30 milhões de veículos que passaram pelos equipamentos que detectam excesso de velocidade, 99% estavam dentro do limite estabelecido pela legislação.
Os números demonstram ainda que o respeito pelo sinal vermelho e faixa de pedestre são ainda maiores. Dos 12 milhões de veículos que passaram pelo pelos DeTects, equipamentos que flagram este tipo de infração 99,97% respeitam o sinal vermelho e 99,95% a faixa de pedestre.
Os dados de registro de infração apontam diminuição do número de multas alguns meses depois da instalação dos equipamentos de fiscalização eletrônica. A média de diminuição é de 70% até seis meses após a instalação dos equipamentos. Exemplo disso é o cruzamento das avenidas Guardia Chalaca e Topacios, duas das principais de Callao, onde o número de infrações registradas pelo equipamento instalado no local caiu de 100 para 25 por dia.
“Estes números nos deixam bastante otimistas, pois  apontam que os equipamentos eletrônicos, além da função de fiscalização, estão exercendo um papel educativo e  levando os motoristas a dirigirem de acordo com as regras de trânsito”, afirma Jorge Villarreal.

Centro de Controle – Em Callao, o registro de infração também pode ser feito pela Polícia Nacional do Peru a partir do Centro de Controle. As câmeras de monitoramento transmitem imagens em tempo real dos nove pontos monitorados, o que permite aos policiais detectar infrações por meio das imagens transmitidas. Com isso, o trabalho dos policiais é otimizado, pois eles podem monitorar vários pontos da cidade ao mesmo tempo.  As infrações mais comuns detectadas a partir do Centro de Controle são: recolher e deixar passageiros em lugares proibidos, entrar na contra mão, e circulação de veículos em vias de trânsito restrito.
As melhorias realizadas no sistema de trânsito de Callao contribuíram para que a cidade se tornasse referência em gestão e fiscalização de trânsito no Peru e outros países da América Latina.


O pórtico, instalado na avenida Venezula, é um dos equipanentos que compõem o mix tecnologias adotados para fiscalização e gestão do trânsito de Callao.


Câmeras de monitoramento foram instaladas em nove pontos estratégicos da cidade. Elas transmitem imagens em tempo real , com visão ampla em 360º para o Centro de Controle.

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

No verão cresce o número de acidentes envolvendo ciclistas

Fugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas

Brasil se mobiliza com ações em homenagem às vítimas de trânsito

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.