NOTÍCIAS

O medo necessário

por Ildo Szinvelski*

Publicado em

Uma das consequências da redução da maioridade penal no Brasil seria adolescentes ao volante. Hoje maioria das vítimas nos acidentes de trânsito, eles poderiam dirigir a partir dos 16 anos, idade em que, cientistas afirmam, as estruturas do cérebro e a maturidade mental ainda não estão completamente formadas. Pesquisas explicam que o cérebro dos adolescentes tende a abolir os medos. De uma perspectiva evolutiva, essa supressão temporária pode ser altamente adaptativa, pois se produz justamente quando o adolescente adota condutas exploratórias para “sair do ninho”. No trânsito, porém, condutas destemidas podem ser (e são) fatais.

A Teoria da Homeostase do Risco explica que os condutores dirigem de maneira arriscada para manter um nível subjetivo de risco constante. O nível ótimo de risco ? ou risco aceito na busca de sensações ? é mais presente em jovens de 16 a 24 anos, o que nos leva à inconsequência e sensação de invulnerabilidade. Entre os fatores que determinam o comportamento do jovem no trânsito estão a qualidade dos vínculos estabelecidos com a família, a influência dos pares e o conjunto dos valores e crenças do meio. A característica de rebeldia, dentro de um contexto de formação da identidade, somada à necessidade de afirmação sexual, traz profundas incertezas aos jovens. A representação social do veículo como um objeto de poder e valorização pode servir de compensação nesta fase. Políticas de educação para o trânsito direcionadas aos jovens devem, portanto, reforçar a mensagem: “Você pode arriscar mudar de estágio, conhecer gente nova, visitar um lugar diferente, viajar sozinho. Mas, ao volante, as consequências podem ser trágicas”. No trânsito, certo nível de medo é necessário e até desejável. Faz com que sejamos mais prudentes, fugindo de situações perigosas, e nos mantêm vivos. É isso que, segundo a ciência e a experiência, faz falta aos jovens.

por Ildo Szinvelski*
Diretor-geral do Detran/RS

COMPARTILHAR

Veja

também

Inovação e Gestão Urbana: temas centrais do Perkons Connect

Segurança no trânsito em foco no Perkons Connect

Primeira edição do Perkons Connect será em São José do Rio Preto

Relatório de Transparência Salarial

Visão Zero é capaz de transformar a mobilidade urbana no Brasil

Maio Amarelo 2024: Paz no trânsito começa por você

Perkons destacará suas soluções inovadoras e impacto na segurança viária na Smart City Expo Curitiba 2024

Lei da Cadeirinha completa 16 anos

Celebrando o aniversário do Código de Trânsito Brasileiro: 26 anos de avanços e transformações

Um alerta para o risco das ultrapassagens indevidas

Nascemos do ideal por um transitar seguro e há três décadas nossos valores e pioneirismo nos permitem atuar no mercado de ITS atendendo demandas relativas à segurança viária, fiscalização eletrônica de trânsito, mobilidade urbana e gerenciamento de tráfego.