NOTÍCIAS

Não há mais horários de pico no trânsito

por José Mario de Andrade*

Publicado em

Os horários de pico já não são sinônimos de fim de tarde, na volta pra casa. A constatação foi feita pelo jornal O Estado de São Paulo, por meio do acompanhamento dos boletins da Companhia de Engenharia de Tráfego da cidade. O estudo pontua que os horários críticos do trânsito ocupam agora o período da manhã e observa ainda que o motorista modificou o seu comportamento para se adaptar.
Na verdade, esse é um reflexo da postura dos condutores que, muito erráticos, fazem do carro uma ferramenta para conforto e mobilidade. Porque não utilizamos o carro somente para trabalhar e retornar às nossas casas, está cada vez mais imprevisível a hora de saída de um motorista.
Como consequência, observamos picos de trânsito às 8h, 11h ou qualquer outro horário, tornando impossível um planejamento estático de tempos de semáforos e outras ações de trânsito.
Mais uma vez, fica clara a necessidade do uso de equipamentos e sistemas com alta tecnologia, que servem para auxiliar a tomada de ações assertivas na operação e gestão do trânsito. Com isso, pode-se evitar que veículos não autorizados trafeguem em locais e faixas determinados; reprogramar os de tempos de semáforo de acordo com o fluxo de veículos; informar os usuários sobre o tempo de trajeto e rotas alternativas; orientar a velocidade de acordo com a onda verde, entre outros. A tecnologia favorece a interação com o usuário e a agilidade na ação em situações críticas, como em acidentes, enchentes, desastres ambientais, passeatas.
Outras alternativas também devem ser avaliadas, como as mudanças no uso do solo – que deslocam e distribuem as atividades de lazer, trabalho, compras -, o horário flexível nas empresas e o teletrabalho e a adoção de meios alternativos de transportes para reduzir os congestionamentos. Mas definitivamente, chegou a hora do software no trânsito. Atitudes duras e sem capacidade de adaptação já não são mais suficientes. É tempo de se fazer as coisas de forma fluida adaptada a condição do momento, e isso só e possível com um monitoramento e uma fiscalização eficientes.

 

*José Mario de Andrade
Diretor de Negócios Internacionais da Perkons – empresa especializada em tecnologia para a segurança e gestão integrada de tráfego. A empresa foi pioneira na criação de lombadas eletrônicas, desde 1992. A Perkons atua no desenvolvimento de produtos e projetos que ofereçam soluções tanto para a segurança quanto para uma gestão completa do trânsito. O compromisso da Perkons com a segurança no trânsito vai além da oferta de tecnologias – o programa de responsabilidade social da empresa é focado em projetos que promovem a prevenção de acidentes de trânsito e a disseminação de informações que incentivem o debate e a conscientização sobre o tema.

COMPARTILHAR

Veja

também

Pesquisa mostra que 43% dos usuários têm medo de usar transporte público no pós-pandemia

Perkons é uma das melhores empresas para trabalhar

Cidades apostam na Muralha Digital para gestão de trânsito e repressão a crimes

Perkons apresenta primeiro carro 100% elétrico da frota para manutenção dos equipamentos de Curitiba

Perkons e Prefeitura de Curitiba iniciam teste de equipamento que promete identificar condutores barulhentos no trânsito

Juntos salvamos vidas é o tema da Semana Nacional de Trânsito

Lombada eletrônica completa 30 anos e já ajudou a salvar mais de 80 mil vidas

Homens continuam a ser mais imprudentes no trânsito

Perkons, uma das empresas mais inovadoras do país, completa 31 anos

Chuva e neblina podem comprometer a segurança no trânsito

Nascemos do ideal por um transitar seguro e há três décadas nossos valores e pioneirismo nos permitem atuar no mercado de ITS atendendo demandas relativas à segurança viária, fiscalização eletrônica de trânsito, mobilidade urbana e gerenciamento de tráfego.

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.