NOTÍCIAS

Estrangeiros não respeitam limites de velocidade

Veículos com placas estrangeiras que circularam pelas rodovias estaduais de Santa Catarina cometeram 3.298 infrações por excesso de velocidade em um ano

Publicado em

Livres das punições impostas aos brasileiros, até o início deste ano os estrangeiros circulavam tranqüilamente sem se preocupar com as regras de trânsito e limites de velocidade.  Apesar da intervenção da Polícia Rodoviária Federal, só em janeiro deste ano, os estrangeiros foram responsáveis por 13% das infrações registradas nas estradas estaduais. A média de infrações cometidas ao longo do ano é de apenas 2,61%.
De janeiro de 2008 a janeiro de 2009, os veículos com placas estrangeiras cometeram 3.298 infrações por excesso de velocidade, de um total de 111.314 infrações. O levantamento foi feito pela empresa Perkons nas lombadas eletrônicas que tem instaladas nas rodovias estaduais de Santa Catarina.
A lombada eletrônica instalada no km 3,4 da rodovia SC-403 foi a que registrou o maior número de infrações em 2008, um total de 617, o que representa uma média de 51,4 por mês. Em seguida vem o equipamento do km 3,7 da SC-470, com 417 infrações.
Os equipamentos chegaram a registrar veículos com velocidade de até 119 km/h, quando a máxima é de 60km/h. “Os números preocupam, pois o equipamento é indicado para locais com maior risco de acidentes e atropelamentos. Portanto, este trabalho que vem sendo realizado pela Polícia Rodoviária Federal, de punir os veículos estrangeiros infratores, é fundamental para garantir a segurança nas estradas brasileiras. É importante que os estrangeiros venham visitar nosso país, mas é igualmente importante que respeitem as nossas regras de trânsito”, afirma o diretor da Perkons, José Mário de Andrade.
Desde final de janeiro, os estrangeiros que cometem infração de trânsito no País não podem sair até que quitem seus débitos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) estava impedida desde fevereiro de 2006 a fazer a cobrança por conta de uma liminar impetrada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

COMPARTILHAR

Veja

também

Chuva e neblina podem comprometer a segurança no trânsito

Aumento nos combustíveis pode diminuir número de veículos circulando

Crianças e adolescentes por um trânsito mais seguro

Maio Amarelo mostra como cada pessoa pode salvar vidas

Cresce o número de mulheres motoristas profissionais

Tecnologia facilitando a vida dos condutores

Sinalizar corretamente um acidente evita mais vítimas e infrações

Volta às aulas exige cuidados redobrados com o transporte escolar

Cruzamentos ainda são locais com grandes números de acidentes

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

Nascemos do ideal por um transitar seguro e há três décadas nossos valores e pioneirismo nos permitem atuar no mercado de ITS atendendo demandas relativas à segurança viária, fiscalização eletrônica de trânsito, mobilidade urbana e gerenciamento de tráfego.

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.