NOTÍCIAS

Diário de um pedestre

NULL
Publicado em

O galo começa a cantar, é hora de levantar, tomar banho e o café com a família e se dirigir ao trabalho.
Graças que trabalho próximo da minha casa.
Beijos e abraços nas crianças e na esposa. Agora sim, estou pronto para ir ao trabalho.
Sou obrigado a dividir a rua com os carros porque não tem calçada. Tudo bem, com atenção e muito cuidado, tiro de letra.
Afinal meu trabalho e bem próximo de casa.
Mais um pouco na frente…
Olha que legal! Aqui tem calçada.
É aqui que eu vou.
Pensando nas tarefas que me esperam
Vou a passo firme, esquerdo, direito.
Mercearia bom bairro, to chegando.
Puxa! Zé folgado estacionou o carro em cima da calçada.
É rapinho!
Agora vou ter que descer da calçada.
Cuidado! Grita o ciclista que vem descendo a ladeira.
Ufa!
Voltei para a calçada. É um perigo.
Vamos embora.
Agora sim, estou chegando.
Falta só aquele cruzamento e pronto.
O sinal está vermelho para o pedestre
Vou correr,
quando chegar lá a passagem para mim vai ta livre, afinal estou cinco minutos atrasado.
Vixe!
Um problema lá na frente.
Congestiona o trânsito. Fila longa, ninguém sai nem para a esquerda nem para a direita.
Nem para frente e nem para trás.
Soa as buzinas e os gritos de “vamos embora seu leso””.
Virando o olhar para o lado vê-se…
Doutorzão no seu carrão zero bala
Fume nos vidros
E uma grande impaciência em seu rosto.
Não pára de buzinar…pensa que é o único atrasado.
E agora?
Atravesso ou não? E se quanto eu tiver lá no meio da rua o transito descongestionar?
Ops!
Sinal verde para os pedestres. Agora eu vou.
As buzinas não param
O pé ta atolado no acelerador, fazendo roncar o motor.
Fui!
Quem disse que o doutor apressado deixou?
Ele arrancou com o carro em cima de mim.
Se não pulo para trás virava anjo.
Depois de uns minutos a calmaria toma conta do lugar.
Agora vai.
Lá vou eu de novo.
Olho para o lado e sabe o que vejo?
Um maluco!
Alta velocidade…
O sinal para ele ficou amarelo… ele vai passar… ligou a seta para entrar …hummm…
Olho para o outro lado
Minha nossa!!!
Cuidado ai gente, foi a única coisa que deu tempo de fazer…gritar.
Corre vovó…corre…corre.
O final da história fica por sua conta
Caro leitor.
Afinal,
Somos os autores principais das novelas da vida real.

Charles Batista Brasil

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

No verão cresce o número de acidentes envolvendo ciclistas

Fugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas

Brasil se mobiliza com ações em homenagem às vítimas de trânsito

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.