NOTÍCIAS

Com trânsito na escola, menos mortes no trânsito

por Gerardo Carvalho (PARDAL)*

Publicado em

Estamos em mais uma Semana Nacional de Trânsito. Quando os nossos governantes irão se convencer de que as mortes no trânsito só diminuirão quando houver educação para o trânsito na escola?

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prescreve no seu art. 76 que “a educação para o trânsito será promovida na pré-escola e nas escolas de 1º, 2º e 3º graus, por meio de planejamento e ações coordenadas entre os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito da União, dos Estados, Distrito Federal e Municípios”. No Art. 19, o CTB coloca como competência do DENATRAN “promover em conjunto com os órgãos competentes do Min. da Educação e do Desporto, de acordo com as diretrizes do CONTRAN, a elaboração e implementação de programas de educação de trânsito nos estabelecimentos de ensino”. E o mesmo DENATRAN é quem administra o fundo nacional de educação e segurança de trânsito. Você sabia que para este fundo vão 5% dos valores das multas aplicadas aos usuários de todo o país?  Um dinheiro para ser aplicado em programas, campanhas e nas escolas. Por onde andará este fundo?

Resultado de tudo isso é que Trânsito ficou incluído entre os Temas Transversais no Plano Curriculares Nacionais (PCN). É o que chamo de tema atravessado. Atravessa-se apenas na Semana de Trânsito e no resto ano não se toca mais no assunto. Direções de Escolas, Secretarias de Educação não cobram nos planejamentos escolares e tudo fica na omissão. E as mutilações e mortes acontecendo todo dia. Defendo Educação para o Trânsito como uma disciplina em umas das séries do Ensino Fundamental. Você já leu em jornal ou ouviu em telejornais notícias de alguém que morreu porque não sabia matemática, português, geografia? No Brasil, por ano, quantos morrem porque não sabem trânsito? Cerca de 50 mil no Brasil. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) contabilizaram cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países, em 2009.
Só com trânsito na escola, haverá menos mortes no trânsito. 

*Gerardo Carvalho (PARDAL)
Jornalista, Educador de Trânsito

COMPARTILHAR

Veja

também

Brasileiros intensificam uso de celular ao volante e novo projeto de lei quer aumentar o valor da multa

Pesquisa mostra que 43% dos usuários têm medo de usar transporte público no pós-pandemia

Perkons é uma das melhores empresas para trabalhar

Cidades apostam na Muralha Digital para gestão de trânsito e repressão a crimes

Perkons apresenta primeiro carro 100% elétrico da frota para manutenção dos equipamentos de Curitiba

Perkons e Prefeitura de Curitiba iniciam teste de equipamento que promete identificar condutores barulhentos no trânsito

Juntos salvamos vidas é o tema da Semana Nacional de Trânsito

Lombada eletrônica completa 30 anos e já ajudou a salvar mais de 80 mil vidas

Homens continuam a ser mais imprudentes no trânsito

Perkons, uma das empresas mais inovadoras do país, completa 31 anos

Nascemos do ideal por um transitar seguro e há três décadas nossos valores e pioneirismo nos permitem atuar no mercado de ITS atendendo demandas relativas à segurança viária, fiscalização eletrônica de trânsito, mobilidade urbana e gerenciamento de tráfego.