NOTÍCIAS

Alguns cuidados com seu carro podem colaborar muito com sua viagem

por Luiz Antonio Campos Lima*

Publicado em

Já havia escrito esta matéria, quando fomos surpreendidos por uma grande tragédia. Como nosso assunto sempre é a prevenção cabe-nos, então, ressaltar um pouco esse ocorrido na madrugada do último domingo, e dar mais ênfase ao mesmo. Claro, não iremos trazer de volta as vidas que se foram, mas vale muito bem lembrar, que esse ocorrido sirva mesmo de alerta e seja um exemplo para nossas autoridades (todos os níveis), visto os responsáveis diretos e indiretos neste fato.

A prevenção serve para muitos pontos, como a água parada, terrenos sujos, trânsito, saúde, enfim como já disse, existem muitos pontos a prevenir. Agora muitos departamentos irão se mobilizar no tocante à prevenção. Espera-se de agora para frente, isso não seja mais esquecido, não seja só ação de momento. Precisamos continuar a fiscalização, pois é preciso sim, evitar outras tragédias. Depois que a boiada já passou, não adianta fechar a porteira.

Voltando ao nosso assunto, orientamos que, sempre é preciso checar os itens de nossos veículos, e isso pode muito bem colaborar para vida útil deles, como para uma viagem tranquila e segura.

Sistema de freio – checar não só o freio de pedal, como também o de mão. Pastilhas e lonas desgastadas, observar o nível de fluído de freio em seu compartimento. “Meu carro é zero km, não preciso me preocupar com isso”. Sei de casos de veículos novos, onde ocorreu uma falha no sistema de freios. Então melhor prevenir do que remediar.

Amortecedores – Teoricamente a sua troca é recomendada em torno dos 20.000 km. Porém, é bom sempre fazer um teste, isso em virtude de problemas nas pistas.

Pneus – A calibragem deve ser feita toda semana, sempre calibrando primeiro o estepe. Nunca calibre os pneus depois de ter percorrido 2 km, isso pode prejudicar a calibragem, aumentando assim o desgaste desnecessário e o risco de acidentes. Se estiver viajando, então coloque duas libras a mais, e depois com os pneus frios, verifique a calibragem correta. Fazer o rodízio, em condições normais de uso, a cada 7.500 km.

O mais importante: procure levar seu veículo em uma oficina de confiança.

*Luiz Antonio Campos Lima
Sargento da PMESP e Coordenador do PROEDUTRAN/Laranjal Paulista/SP.

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

No verão cresce o número de acidentes envolvendo ciclistas

Fugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas

Brasil se mobiliza com ações em homenagem às vítimas de trânsito

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.