NOTÍCIAS

Feliz Dia do Motorista, por Cristina Baddini Lucas

NULL
Publicado em

    Dia 25 próximo é Dia do Motorista. “Motorista” é o profissional cuja atividade é a condução de automóveis de passageiros ou de mercadorias. Mas, para ser um “motorista” é preciso mais que dirigir um veículo profissionalmente. Não é apenas saber ligar e dar a partida, pisar no acelerador e nos freios, mas é antes de tudo ter uma boa percepção, presença de espírito, atenção e respeito pela vida. A calma, a paciência são virtudes que devem ser encontradas nos motoristas profissionais.
Insalubridade
    Estes profissionais sofrem um nível de estresse no trabalho muito acima da média, e demonstram que eles estão submetidos a riscos maiores de desenvolverem doenças coronarianas. As péssimas condições de algumas estradas, buracos e lombadas nas ruas, o estresse constante, o estado precário de conservação de alguns ônibus e caminhões, a longa jornada de trabalho, os altos níveis de ruídos e calor e a exposição prolongada a poluentes químicos, são alguns dos fatores que ameaçam diretamente a saúde desses trabalhadores.
    Convivem com problemas respiratórios crônicos, gastrintestinais e musculares, além da lombalgia, a famosa dor nas costas, por causa do sedentarismo e da vibração do corpo inteiro durante o trabalho, e internação por hérnia de disco, surdez, úlceras, dores de cabeça, problemas nos olhos, na medula óssea, náuseas e fraquezas generalizadas, são doenças que incidem até duas vezes mais nestes profissionais. Isto sem contar o grande risco de acidente de trânsito em que estes são muitas vezes acusados de imprudência, imperícia e irresponsabilidade.

Boas Dicas
    Um bom motorista antes de sair, deve verificar as condições do carro. Uma boa revisão garante maior segurança para o motorista e ocupante do veículo. Observar os documentos, extintor (se não está vencido), triângulo, buzina, freios, faróis, pisca-pisca, luzes de placa e posição, combustível, nível do óleo, água do radiador e bateria e ajuste os cintos de segurança.
    Não ultrapasse a velocidade máxima permitida e sempre circule pela direita da via, deixando a faixa esquerda para ultrapassagem.
    Verifique sempre, antes de sair, se os passageiros estão usando o cinto de segurança. O uso de cinto de segurança é obrigatório não só nas estradas, mas, também dentro da cidade e para todos os ocupantes do veículo, inclusive no banco de trás.
    Nunca dirija cansado, com sono e muito menos depois de beber, pois o risco de causar acidentes com mortes é grande e você obterá uma infração gravíssima, estando sujeito a multas e pena de detenção de seis meses a três anos. Desde que beber e dirigir foi proibido, as mortes no trânsito brasileiro caíram pela metade. E mais, você entraria em um avião se soubesse que o piloto bebeu só um pouquinho?
     Respeite o ciclista e o motociclista. Lembre-se que o veículo menor sempre tem a preferência.
Em situações de congestionamento e de trânsito lento, seja paciente!
    Na faixa, de sempre preferência ao pedestre. Tenha cuidado especial com crianças, pessoas idosas e portadores de necessidades especiais, pois muitas vezes eles não estão em condições de avaliar e superar os perigos no trânsito.
    Comemore o dia 25 revendo seu modo de dirigir e se proponha a melhorar sempre. O motorista não é o dono da rua.  Motorista tem direitos e deveres. Não seja um motorista prepotente. Os veículos são poderosas armas e podem fazê-lo um assassino.

Cristina Baddini Lucas –  Consultora do Diário do Grande ABC, Diretora da ONG Rua Viva, Assessora do MDT
Visite os blogs:  http://olhonotransito.blogspot.com&nbsp

COMPARTILHAR

Veja

também

Chuva e neblina podem comprometer a segurança no trânsito

Aumento nos combustíveis pode diminuir número de veículos circulando

Crianças e adolescentes por um trânsito mais seguro

Maio Amarelo mostra como cada pessoa pode salvar vidas

Cresce o número de mulheres motoristas profissionais

Tecnologia facilitando a vida dos condutores

Sinalizar corretamente um acidente evita mais vítimas e infrações

Volta às aulas exige cuidados redobrados com o transporte escolar

Cruzamentos ainda são locais com grandes números de acidentes

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

Nascemos do ideal por um transitar seguro e há três décadas nossos valores e pioneirismo nos permitem atuar no mercado de ITS atendendo demandas relativas à segurança viária, fiscalização eletrônica de trânsito, mobilidade urbana e gerenciamento de tráfego.

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.