NOTÍCIAS

Como pensar a segurança em grandes eventos sem ignorar o conforto da população

Saiba de que maneira é feita essa organização e como inserir a população neste contexto

Publicado em
Como pensar a segurança em grandes eventos sem ignorar o conforto da população

Shows, grandes eventos esportivos, políticos, religiosos ou ideológicos requerem que os órgãos de trânsito estejam preparados para que tudo ocorra em segurança e de maneira organizada. Nestes casos, medidas alternativas alteram o trânsito e a rotina da população.

A Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET-SP), por exemplo, afirmou em nota que monitora os diversos eventos que acontecem na cidade, como corridas esportivas e shows, por meio de uma estratégia específica, para minimizar os impactos gerados ao trânsito da região. “O plano operacional inclui o bloqueio de vias, a ativação de desvios e a orientação de motoristas e pedestres para circularem com mais atenção e segurança. Para garantir a fluidez no tráfego, a Companhia utiliza viaturas, motocicletas e materiais como cones e cavaletes. Eventos de grande público, como a Fórmula 1, começam a ser operadas três dias antes e o efetivo da CET quadruplica no entorno do autódromo.”

Para o show da cantora Madonna na capital paulista, no dia 4 de dezembro, foi organizada uma operação especial na região, que contou com monitoramento, 96 agentes de trânsito, 37 viaturas, 21 motos e quatro guinchos. O público esperado foi de 60 mil pessoas e, mesmo antes do evento, a CET divulgou em seu site e em grandes veículos de imprensa dicas e orientações. Eles informavam a localização do show, as maneiras de chegar com transporte público, áreas de estacionamentos para veículos, faixas das avenidas que poderiam se tornar reversíveis, caminhos aconselhados e alternativos para entrada e saída do evento, estacionamentos para táxis e recomendações para a segurança do público, tais como: respeitar a sinalização, dar preferência aos transportes públicos, não realizar embarques e desembarques em fila dupla, entre outras.

Já em Porto Alegre, foi realizada uma ação integrada entre os bairros próximos da Arena do Grêmio, estádio inaugurado no dia 8 de dezembro e que tinha a mesma estimativa de público do show em São Paulo. Participaram da organização em diversas frentes – incluindo o trânsito – moradores, prefeitura e órgãos de segurança do Estado. Dois dias antes do evento, foi realizada uma simulação para que tudo ocorresse em perfeita ordem. O esquema de trânsito foi parecido com o praticado pela CET-SP no show da cantora pop, mas, além de tais medidas, de acordo com Claudio Furtado, coordenador de comunicação da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) da capital gaúcha, a quantidade de linhas de ônibus e lotações foi aumentada. “Pensamos em duas linhas de atuação para esta inauguração: a de trânsito, na qual se planeja o deslocamento com desvios e bloqueios; e o transporte, pensando nas melhores maneiras de a população chegar até o local.”

Alertas por medidas mais efetivas

Na opinião de Cláudia Monteiro, professora de Psicologia da Universidade Federal do Maranhão e especialista em trânsito, toda mudança no tráfego interfere no cotidiano das pessoas e isso não deve ser visto como algo menor diante do grande evento. “As mudanças de trânsito em função de grandes eventos são apresentadas como algo mais importante do que o conforto da população. A segurança, por exemplo, é reforçada para os turistas, e negligenciada mais ainda onde o evento não alcança. No trânsito é a mesma coisa: muda-se para beneficiar o evento, não a população.”

Cláudia ainda destaca que o consumo de bebidas alcoólicas é um entrave frequente no que diz respeito à segurança do trânsito nesses eventos, assim como nas demais ações cotidianas. “O problema é que se quer tudo: vender bebidas alcoólicas, não ter um transporte público confortável e ter um trânsito seguro. E quando se trata de segurança e respeito, não se pode ter tudo, especialmente quando as normas mudam e se precisa de adaptação rápida e temporária”, conclui.

De acordo com a psicóloga Cláudia Monteiro, algumas medidas podem ser tomadas antes, durante e depois do evento para que a população fique satisfeita com as mudanças que costumam ser realizadas no trânsito. Confira abaixo:

Antes do evento: “Observações técnicas cuidadosas para avaliar quais e por quanto tempo as mudanças devem ser feitas nas normas e rotas do trânsito, pesquisas de opinião entre os diversos participantes do trânsito sobre os impactos dessas mudanças em seu cotidiano e o que eles acham que os amenizaria, e campanha publicitária informativa sobre as adaptações exigidas pelas mudanças (surpresas são sempre mal vistas no trânsito).”

Durante o evento: “Campanhas publicitárias informativas sobre as soluções possíveis para o máximo de inconvenientes advindos das mudanças (como rotas alternativas, transporte público confortável e acessível), centrais de informações específicas e fiscalização de trânsito com atuação predominantemente orientadora.”

Após o evento:“Campanhas publicitárias informativas do que voltou à forma anterior ao evento e o que continuou modificado em função de ter se mostrado benéfico à população. Essa postura de respeito à população já faria a diferença.”

COMPARTILHAR

Veja

também

Chuva e neblina podem comprometer a segurança no trânsito

Aumento nos combustíveis pode diminuir número de veículos circulando

Crianças e adolescentes por um trânsito mais seguro

Maio Amarelo mostra como cada pessoa pode salvar vidas

Cresce o número de mulheres motoristas profissionais

Tecnologia facilitando a vida dos condutores

Sinalizar corretamente um acidente evita mais vítimas e infrações

Volta às aulas exige cuidados redobrados com o transporte escolar

Cruzamentos ainda são locais com grandes números de acidentes

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

Nascemos do ideal por um transitar seguro e há três décadas nossos valores e pioneirismo nos permitem atuar no mercado de ITS atendendo demandas relativas à segurança viária, fiscalização eletrônica de trânsito, mobilidade urbana e gerenciamento de tráfego.

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.