NOTÍCIAS

Ranking dos 10 objetos mais furtados no interior de carros

por Jorge Lordello*

Publicado em

Pesquisa recente demonstrou que a subtração de objetos no interior de veículos está em alta. A estratégia criminosa é rudimentar! Garotos de tenra idade quebram vidro lateral de automóveis estacionados em vias públicas ou parados no trânsito e, com estrema destreza, surrupiam pertences dos motoristas. Acompanhe o ranking dos 10 objetos mais furtados dentro de autos em São Paulo: 1)Aparelho de som 36,0% 2)Bolsa 24,0% 3)Estepe 14,0% 4)GPS 9,6% 5)Celular 6,0% 6)Notebook 4,0% 7)Roupas 4,0% 8)Óculos 1,0% 9)Cadeira de bebê 0,5% 10)Tênis 0,5%. O leitor deve compreender que não é somente o prejuízo material que devemos ter em mente. Após constatar a quebra do vidro do carro, a vítima deverá registrar Boletim de Ocorrência, conduzir o auto à perícia técnica e em seguida providenciar o conserto. Tudo isso gera, também, custo emocional muito grande, portanto, a melhor solução é a prevenção. Não deixe pertences à mostra no interior do veículo. A parte frontal do aparelho de som embutido no painel e o navegador GPS devem ser retirados sempre que estacionar na rua, em estacionamentos particulares e também no local de sua moradia. Há muitos anos entrevistei marginal na antiga Cada de Detenção, que me disse frase marcante: “Eu subtraio aquilo que vejo dentro dos carros, pois o que não vejo, não tenho como desejar”. Não dê atenção para vendedores, pedintes e artistas de semáforos, pois você poderá ser vítima de assaltante travestido de ambulante, que deseja se aproximar disfarçadamente e perpetrar assalto mediante arma de fogo, objeto cortante ou perfurante. A instalação de película escura e com função anti-vandalismo, além de dificultar a visão do interior de veículos, dá muito mais resistência aos vidros e impede penetração fácil. Marginais que danificam vidros para subtrair pertences do interior de carros, raramente estão armados. O intuito é somente quebrar o vidro rapidamente e em fração de segundos pegar o objeto que foi visualizado. Participei de testes com a película anti-vandalismo e fiquei impressionado. Fica muito difícil danificar o vidro, mesmo com uso de pedra, capacete de moto e até taco de beisebol, ou seja, é um excelente equipamento para proteger o motorista e seus pertences.

 

*Jorge Lordello
Diretor do Portal Tudo sobre Segurança

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

No verão cresce o número de acidentes envolvendo ciclistas

Fugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas

Brasil se mobiliza com ações em homenagem às vítimas de trânsito

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.