NOTÍCIAS

O Ônibus Pedestre

NULL
Publicado em

    Um quarto dos percursos feitos pelas crianças com menos de 16 anos é de ida e volta à escola. Nos trajetos para a escola são aprendidos hábitos e práticas de locomoção para o resto da vida como atravessar uma rua com segurança familiarizar-se com os itinerários dos ônibus ou adquirir um mau hábito que é um estilo de vida sedentário e dependente do carro.

Obesidade e congestionamentos
    O número de crianças que vão para a escola de carro cresce cada dia mais e isso contribue para promover enormes congestionamentos em várias regiões. Isso também provoca o aumento dos índices de obesidade e hipertensão arterial entre as crianças e adolescentes. Hábitos alimentares inadequados e uma menor taxa de atividade física igualmente contribuem para o agravamento desse quadro. É preciso prevenir o excesso de peso como meio de evitar o acúmulo de gordura e o aumento da pressão arterial nos pequenos. Crianças e adolescentes que vão à escola a pé ou de bicicleta têm menos excesso de peso.

Dicas
    Se o seu filho vai para a escola a pé, ensine-o a optar sempre pelos caminhos mais seguros mesmo que às vezes sejam os mais longos e procure sempre indicar as melhores calçadas, as faixas de sinalização e semáforos para pedestres. Ensine a criança a olhar várias vezes para os dois lados antes de atravessar a rua e não ficar em pontos cegos como atrás dos ônibus, de caçambas, de carros e árvores.

Walking bus
    Pais de alunos do Reino Unido propuseram uma solução muito legal: o “ônibus pedestre””, “”ônibus crocodilo”” ou “”walking bus””. Formado por um grupo de crianças que vão caminhando para a escola, o “”walking bus”” parte de um ponto específico, segue sempre o mesmo percurso e recolhe os passageiros/pedestres nas paradas ao longo do caminho.
&nbsp

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

No verão cresce o número de acidentes envolvendo ciclistas

Fugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas

Brasil se mobiliza com ações em homenagem às vítimas de trânsito

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.