NOTÍCIAS

Motocicletas – Conscientizar Através de Ações, por Renato Campestrini

NULL
Publicado em

    Para fechar a Semana Nacional de Trânsito 2010, acompanhamos um treinamento avançado de pilotagem de motocicletas, ministrado por instrutores de um grande fabricante nacional a funcionários de uma empresa de móveis de escritório e decoração.
    No período das 08 às 14 horas, aproximadamente 50 motociclistas reciclaram seus conhecimentos e posteriormente os colocaram a prova em exercícios práticos, os quais abrangiam maneiras seguras e corretas de conduzir uma motocicleta.
    Muitos do que ali estavam, maior parte jovens entre 18 e 30 anos, tem na motocicleta, o seu veículo para ida e volta ao trabalho e para os estudos, assim como de lazer aos finais de semana.
    Enquanto o instrutor apresentava conceitos de direção segura, a troca de informações entre os participantes, de experiências vivenciadas no dia a dia do trânsito era comum, e quando os slides se tornaram pequenos vídeos, os olhos de vários brilharam ao ver que uma pilotagem segura também proporciona boas emoções.
    Após um breve intervalo para dúvidas e um pequeno lanche, cada um pegou sua motocicleta e se dirigiu à pista montada pelos instrutores, para firmar ali, na prática, aquilo que aprenderam em sala.
No vai e vem de motocicletas de 100cc a 500cc, era visível a satisfação de poder interagir com a máquina, sabendo que os ensinamentos práticos de postura, curva, manobras, podem lhe ser úteis quando em deslocamentos por ruas, avenidas e rodovias com seus veículos.
    Durante os exercícios de frenagem, os instrutores demonstraram a todos como uma frenagem incorreta, somente acionando o freio traseiro e apertando a embreagem, contribui sensivelmente para causar danos à integridade física de cada um, e também ao bolso, pois cair de motocicleta no Brasil, mesmo uma pequena queda, ainda representa uma despesa considerável para consertar o veículo.
     Antes de um delicioso almoço de confraternização, exaustos por realizar exercícios sob um sol escaldante, ao tirar o capacete, a satisfação dos participantes era possível de ser observado de longe, mais ainda nos abraços efusivos que alguns deram nos instrutores como sinal de agradecimento.
    Enfim, uma ação prática simples, barata, em um bom clima, que reciclou e agregou novos e importantes conhecimentos a 50 motociclistas, que certamente colocarão esses ensinamentos em prática em seus deslocamentos, alguns dos quais poderão ser úteis para preservar a vida.
    Ações como essas, de capacitar, de transmitir conhecimentos, ledo engano, surtem melhores efeitos que qualquer proibição ou imposição à utilização do veículo.

Renato Campestrini
Advogado
Especialista em Trânsito, Mobilidade e Segurança.

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

No verão cresce o número de acidentes envolvendo ciclistas

Fugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas

Brasil se mobiliza com ações em homenagem às vítimas de trânsito

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.