NOTÍCIAS

Maio Amarelo volta a acontecer nas ruas do país em 2023

Pensar o trânsito é pensar ações que permitam, de forma segura, a movimentação diária dos milhões de brasileiros
Publicado em
Maio Amarelo volta a acontecer nas ruas do país em 2023
Maio Amarelo em Curitiba reúne ações para empresas de entregas e motociclistas, principais vítimas do trânsito. Crédito foto: Foto: Levy Ferreira/SMCS

O movimento Maio Amarelo completa 10 anos e traz como tema central em 2023 “No trânsito, escolha a vida”. Paulo Guimarães, CEO do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), diz que “o Maio Amarelo volta a tomar as ruas do país ainda com mais força; são muitas mobilizações programadas e várias já acontecendo e, dessa forma, atinge seu grande objetivo que é chamar a atenção da sociedade para o tema urgente que é salvar vidas no trânsito”.

 Segundo o Status Report on Road Safety, relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o terceiro país com mais mortes no trânsito em todo o mundo, resultando 1,3 milhão de vítimas por ano. O compromisso assumido pelo país é o de reduzir pela metade o número de mortes até 2028. Para tal, é necessário articular alianças e compromissos multilaterais, com engajamento de organizações privadas, governamentais e sociedade civil.  Uma das entidades comprometidas com essa proposta é a Vital Strategies, que por meio da iniciativa da Fundação Bloomberg para a Segurança Global no Trânsito, atua em várias cidades do país, como  São Paulo, onde  auxilia no desenvolvimento de um plano de segurança viária que norteará as ações da cidade até 2028, e Fortaleza, que alcançou uma redução de 47% nas mortes no trânsito entre 2014 e 2019.

Para Luiz Gustavo Campos, diretor e especialista em trânsito da Perkons, “pensar o trânsito é pensar e oportunizar ações e medidas que permitam, de forma segura, a movimentação diária dos milhões de brasileiros que utilizam as vias, seja na condição de pedestre, motociclista, ciclista, passageiro, na condução de veículos particulares ou na condução profissional, afinal, toda vida importa”, diz.

Em 2004 a OMS divulgou um estudo que avaliou 178 países, apontando que aproximadamente 1,2 milhão de pessoas morreram e entre 20 e 50 milhões ficaram feridas em sinistros naquele ano. Na época, o trânsito ocupava a 11ª posição entre as principais causas de mortes em todo o mundo. Dessa forma projetou-se que se não houvesse qualquer intervenção organizada e com esforços conjuntos, no ano de 2020 chegaríamos à marca de 1,9 milhão de mortes anuais no trânsito. Diante desse mapeamento, a OMS e a ONU passaram a fomentar ações a fim de promover a segurança no trânsito em escala mundial, com base em cinco pilares: Gestão de Segurança no Trânsito; Infraestrutura Viária; Segurança Veicular; Segurança dos Usuários e Conscientização; e Resposta ao Acidente. Desde então, ações como as realizadas pelo Maio Amarelo têm grande impacto no Brasil e são extremamente importantes para a conscientização sobre um trânsito seguro.

“O objetivo maior das ações do Maio Amarelo é salvar vidas e reduzir a quantidade de feridos no trânsito brasileiro. Para isso, infraestrutura viária deve ser projetada para permitir o acesso equitativo e acomodar as necessidades de mobilidade de todos os usuários da via, garantindo a prioridade aos mais vulneráveis, conforme estabelecido pela Política Nacional de Mobilidade Urbana e pelo Código de Trânsito Brasileiro, e aos usuários de transporte público”, completa Campos.

COMPARTILHAR

Veja

também

Visão Zero é capaz de transformar a mobilidade urbana no Brasil

Maio Amarelo 2024: Paz no trânsito começa por você

Perkons destacará suas soluções inovadoras e impacto na segurança viária na Smart City Expo Curitiba 2024

Lei da Cadeirinha completa 16 anos

Celebrando o aniversário do Código de Trânsito Brasileiro: 26 anos de avanços e transformações

Um alerta para o risco das ultrapassagens indevidas

“Lei Seca” completou 15 anos em 2023

Cinto de segurança: mais de 70 anos ajudando a salvar vidas

Inovações em segurança no trânsito ajudam a evitar sinistros

Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito e os perigos do excesso de velocidade

Nascemos do ideal por um transitar seguro e há três décadas nossos valores e pioneirismo nos permitem atuar no mercado de ITS atendendo demandas relativas à segurança viária, fiscalização eletrônica de trânsito, mobilidade urbana e gerenciamento de tráfego.