NOTÍCIAS

Carnaval coloca o bloco do congestionamento nas estradas

Para fugir do congestionamento, muitos motoristas buscam viajar de madrugada – uma prática que pode ser bastante perigosa, caso o motorista não tome as devidas precauções

Publicado em

Quem costuma pegar a estrada já notou: as rodovias estão saturadas. E, com a chegada do feriado mais esperado pelo brasileiro, o carnaval, vem também a previsão de engarrafamentos monstruosos. Para fugir do congestionamento, muitos motoristas buscam viajar de madrugada – uma prática que pode ser bastante perigosa, caso o motorista não tome as devidas precauções.
Só no Paraná, a concessionária Ecovia estima um fluxo de 200 mil veículos trafegando na BR-277. A Polícia Rodoviária Federal vai colocar todo o efetivo nas estradas para suporte aos motoristas. Segundo o chefe do Núcleo de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal no Paraná, Inspetor Wilson Martines, o horário de pico do carnaval 2012 vai longe. “A previsão é que o horário de pico inicie sexta-feira, às 12h, e prossiga até às duas da manhã de sábado, com o ápice às 19h. O cenário que encontraremos é de motoristas fatigados da jornada de trabalho de uma semana inteira. Recomendamos, acima de tudo, paciência”, diz.
Sobre executar o trajeto de madrugada, quando há menos movimento, o Inspetor alerta: “O maior perigo para quem vai pegar estrada de madrugada é justamente o baixo movimento, a pouca visibilidade e a sonolência do motorista que não está habituado a viajar nesse horário. É muito importante nunca brigar com o sono, que tem o mesmo efeito que o álcool”, lembra.
Em 2011, a Polícia Rodoviária Federal contabilizou, no Paraná, 22.168 acidentes, 12.381 feridos e 738 mortos. É complexo definir quantos destes acidentes foram causados por motoristas que dormiram ao volante. Segundo Maria Amélia Marques Franco, especialista da Perkons, empresa que trabalha com gestão e informação do trânsito, é comum as pessoas tentarem desafiar seus limites. “Não raro, os motoristas colocam a vida em jogo ainda que tenham conhecimento dos riscos. Pensam que podem emendar mais algumas horas de viagem, ou que conversar com os passageiros vai tapear o sono e o cansaço. Afinal, o corpo aguenta! Outra situação comum é a sensação de que sempre vai dar tempo para aquela ultrapassagem mais arriscada”, explica e completa. “Urge a necessidade de uma campanha que sensibilize e conscientize que acidente não é acidental e que não acontece só com os outros. Enquanto o estereótipo do homem super-herói permanecer as estatísticas continuarão alarmantes. Só no ano passado, a Polícia Rodoviária Federal contabilizou 370 acidentes, 258 pessoas feridos e 18 mortos no trânsito porque um motorista dormiu ao volante “, conclui.

Outras dicas para quem vai dirigir de madrugada:
– Dormir pelo menos seis horas antes de dirigir.
– Não ingerir comidas pesadas, pois esses alimentos mais elaborados causam sonolência.
– Revisar totalmente a parte elétrica do veiculo (faróis, lanternas, sistema de pisca e limpador de parabrisa).
– Fazer a logística da viagem (definir lugares de pausa para o descanso, para abastecer o veículo). O recomendado é que, de duas em duas horas, o motorista se alongue para retomar a viagem.
Saiba mais no portal www.educacaoetransito.com.br.

Serviço: para a escolha do melhor trajeto pelas rodovias federais e para verificar as condições de tráfego, o condutor pode acessar os seguintes sites: www.rotasdascidades.com.br e www1.dnit.gov.br/rodovias/condicoes/index.htm

COMPARTILHAR

Veja

também

Chuva e neblina podem comprometer a segurança no trânsito

Aumento nos combustíveis pode diminuir número de veículos circulando

Crianças e adolescentes por um trânsito mais seguro

Maio Amarelo mostra como cada pessoa pode salvar vidas

Cresce o número de mulheres motoristas profissionais

Tecnologia facilitando a vida dos condutores

Sinalizar corretamente um acidente evita mais vítimas e infrações

Volta às aulas exige cuidados redobrados com o transporte escolar

Cruzamentos ainda são locais com grandes números de acidentes

CTB completa 24 anos com crescimento e envelhecimento da frota nacional

Nascemos do ideal por um transitar seguro e há três décadas nossos valores e pioneirismo nos permitem atuar no mercado de ITS atendendo demandas relativas à segurança viária, fiscalização eletrônica de trânsito, mobilidade urbana e gerenciamento de tráfego.

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.