ESTUDOS & PESQUISAS

A mortalidade por agressões e acidentes de transporte no Brasil, de 2003 a 2007

O artigo faz uma análise epidemiológica descritiva da mortalidade por agressões e acidentes de transporte no Brasil, seus Estados e capitais, com base nos registros do Sistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/MS).
No país, entre 2003 e 2007, foram registrados, por ano, mais de 40.000 óbitos decorrentes de agressões e mais de 30.000 em acidentes de transporte, totalizando, nesse período, 425.420 vítimas.

ERRATA
1) Na tabela 4 (pag. 11), os dados são relativos as capitais e, não, aos estados;
2) No gráfico 2, os três conjuntos de dados que aparecem como capítulos da CID-10 são relativos às faixas etárias de 01 a 14, 15 a 29 e 30 a 49 anos.

Autoras
Sônia Corina Hess é engenheira química com doutorado e pós-doutorado em química, professora do curso de Engenharia Ambiental e de mestrados da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.
Ana Paula Alvarenga é engenheira ambiental diplomada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

COMPARTILHAR

Nascemos do ideal por um transitar seguro e há três décadas nossos valores e pioneirismo nos permitem atuar no mercado de ITS atendendo demandas relativas à segurança viária, fiscalização eletrônica de trânsito, mobilidade urbana e gerenciamento de tráfego.

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.